Notícias Cohapar Cohapar projeta frentes de trabalho com prefeitura de Icaraíma 06/12/2017

Nesta semana, o presidente da Cohapar, Abelardo Lupion, recebeu em seu gabinete o prefeito de Icaraíma, Marcos Oliveira, com quem conversou sobre os projetos no município para a construção de moradias populares nas áreas urbana e rural.

Entre as iniciativas conjuntas dos órgãos, está um projeto para a construção de casas populares financiadas com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). De acordo com Lupion, a equipe técnica da companhia deve realizar uma vistoria e a coleta da documentação de uma área que o município dispõe para receber as obras do empreendimento.

Após a montagem do processo, a Cohapar procederá com a abertura do processo licitatório para a contratação da construtora responsável pelas obras. Segundo Lupion, o órgão tem se esforçado para dar celeridade às demandas habitacionais dos municípios.

“A habitação popular é uma das áreas prioritárias do governador Beto Richa. Por isso, a Cohapar está sempre de portas abertas para receber as demandas das prefeituras e prestar todo o suporte possível para que os projetos saiam do papel”, afirma o presidente da companhia.

REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA – Com objetivo de atender a população que já possui uma casa, mas tem problemas com a documentação, o prefeito pleiteou a adesão do município ao programa Morar Legal Paraná. “Nosso principal objetivo é regularizar a situação de 40 famílias para que tenham o reconhecimento de propriedade garantido”, destaca Oliveira.

A iniciativa faz parte de um pacote de novos serviços ofertados pela Cohapar e consiste na contratação, via licitação, de empresas especializadas no ramo pelo critério de menor preço. Também são aportados recursos do Fundo Estadual de Combate à Pobreza para reduzir ainda mais os custos pagos pelas famílias que optarem por regularizar seus imóveis através do programa.

HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL – Para atender a camada da população que não tem condições de arcar com os custos de financiamento imobiliário, a administração municipal pretende apresentar um projeto dentro do programa Família Paranaense, voltado a construção de casas para famílias carentes.

O chamamento foi aberto pela Secretaria de Estado da Família e Desenvolvimento Social aos municípios que já aderiram ao programa, com prioridade para atendimento daqueles que possuem os menores índices de desenvolvimento. A Cohapar tem orientado as equipes municipais sobre a coleta de documentação e montagem do processo de acordo com os critérios do edital, cujo prazo se encerra em 22 de dezembro.

Recomendar esta notícia via e-mail: