Notícias

15/05/2018

Prefeitura de Ponta Grossa pretende doar área à Cohapar para a construção de 40 casas populares

Detalhes de projeto habitacional conjunto entre os órgãos foram discutidos em visita do prefeito Marcelo Rangel à sede da empresa, em Curitiba. A administração municipal pretende atender pessoas idosas.

O presidente da Cohapar, Nelson Cordeiro Justus, o prefeito de Ponta Grossa, Marcelo Rangel, e o presidente da Companhia de Habitação de Ponta Grossa (Prolar), Dino Schrutt, estiveram reunidos nesta segunda-feira (14) em Curitiba. Eles conversaram sobre a viabilização das obras do Condomínio Lição de Vida, um projeto habitacional voltado à construção de 40 moradias populares para pessoas idosas do município.

Durante a reunião, a administração municipal apresentou uma proposta de doação de uma área para a construção do empreendimento. A estimativa da prefeitura, segundo Schrutt, é de que sejam investidos aproximadamente R$ 4,5 milhões para implantação das casas na região do Parque dos Sábias. “Esse é uma iniciativa que tem avançado nos últimos meses e na qual estamos focados para que a contratação aconteça o mais rápido possível em parceria com a Cohapar”, comenta o presidente da Prolar.

APOIO ESTADUAL – De acordo com Justus, a Cohapar dará total apoio na elaboração e viabilização do projeto, pois ele está em convergência com as prioridades estabelecidas pela nova gestão estadual. “Estamos buscando as parcerias com os municípios interessados no atendimento da população idosa, que foi definida como uma das prioritárias pela governadora Cida Borghetti”, explica o presidente da companhia.

Segundo o prefeito, a viabilização do empreendimento é uma das prioridades do setor de habitação da gestão municipal. “Acreditamos que esse projeto vai contribuir para fortalecer ainda mais o trabalho que temos feito na área de habitação, oferecendo uma maior qualidade de vida aos nossos idosos que tanto merecem”, afirma Rangel.

Participaram da reunião o secretário municipal de Infraestrutura e Planejamento, Celso Santana, o diretor de Programas e Projetos da Cohapar, Orlando Agulham Junior, e a assessora da presidência da companhia Jocely Loyola.

Recomendar esta notícia via e-mail: