Notícias

09/06/2018

Agricultores familiares da região Centro-Sul recebem 42 novas moradias

Casas construídas em uma parceria do Governo do Estado com o Governo Federal e as prefeituras beneficiaram famílias de Marquinho e Pinhão. Projetos somam investimentos de R$ 1,2 milhão para os municípios.

Quarenta e duas famílias de pequenos produtores rurais de Marquinho e Pinhão, na região Centro-Sul do Paraná, receberam nesta sexta-feira (8) as chaves de novas casas. Elas foram beneficiadas por um trabalho integrado do Governo do Estado com o Governo Federal e prefeituras com subsídios de R$ 1,2 milhão para a construção das moradias dentro de suas propriedades.

Por meio do programa, cada família recebeu R$ 28.500 para a compra do material de construção e pagamento da mão de obra utilizada. Do valor repassado às famílias, cada uma precisará devolver apenas 4%, financiado em quatro prestações anuais de R$ 285.

O trabalho foi acompanhado por técnicos da Cohapar durante todas as etapas de construção. A empresa também elaborou o projeto arquitetônico das unidades, o que contribuiu com a viabilização das obras dentro do orçamento disponível. Os imóveis possuem 47 metros quadrados e são divididos em dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço interna.

Além da companhia, a Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento e a Emater também estiveram envolvidas no trabalho de acompanhamento social do público atendido. Os órgãos também foram responsáveis pela coleta, organização e envio da documentação inicial dos beneficiários para análise do Banco do Brasil, que é o agente financeiro dos projetos.

De acordo com o diretor de Serviços Governamentais da companhia, Alceu Swarowski, o envolvimento intenso dos órgãos estaduais demonstra a prioridade com que os investimentos em habitação rural são tratados pelo Governo do Paraná. “A governadora Cida Borghetti está comprometida com a ampliação dos projetos voltados aos agricultores familiares em todas as regiões do estado”, afirma.

“Com isso, além de promover o bem-estar social dos produtores, o governo está estimulando a permanência da população no campo, onde são produzidas grande parte das riquezas paranaenses”, finaliza Swarowski.

Durante a entrega das chaves das 24 unidades de Marquinho, o prefeito, Luiz Cézar Baptistel, disse que a parceria com a Cohapar tem sido fundamental na promoção da qualidade de vida da população rural do município. “Com esta entrega chegamos a 100 casas rurais entregues em Marquinho desde 2011 e temos projetos para a construção de mais 37 aguardando a análise e liberação de recursos do Governo Federal”, informa Baptistel.

INVERNO NÃO É MAIS PROBLEMA – Em Pinhão, onde foram entregues 18 casas, uma das famílias beneficiadas foi a da produtora Virgilina Borcatto, de 61 anos. A nova moradia conquistada por ela será a primeira mudança de residência de sua vida. “Eu nasci e me criei em uma casa de madeira velha, onde eu criei todos os meus filhos”, conta Virgilina.

Com a chegada do inverno em breve, a agricultora demonstra felicidade com a perspectiva de mudança graças ao novo lar. “Eu adorei, é muito mais confortável e agora no inverno é um alívio poder morar num lugar bem quentinho, sem buracos”, relata. “A gente sempre sonhava em construir uma casa assim, mas nunca esperava que fosse acontecer de verdade, e aconteceu”, comemora Virgilina.

PRESENÇAS – Participaram das entregas o deputado estadual Paulo Litro, representantes do Banco do Brasil, Cohapar e prefeitura. 

Recomendar esta notícia via e-mail: