Notícias

13/06/2018

Prefeitura de General Carneiro quer viabilizar a construção de novas casas urbanas e rurais em parceria com a Cohapar

Prefeito Luís Saraiva (Gaúcho), esteve na sede da empresa, em Curitiba, para tratar do andamento de projetos conjuntos com o Governo do Estado que necessitam da liberação de recursos da União.

O presidente da Cohapar, Nelson Cordeiro Justus, recebeu nesta terça-feira (12) a visita do prefeito de General Carneiro, Luís Saraiva, mais conhecido como Gaúcho. Os dois conversaram sobre novas parcerias entre os órgãos visando à construção de casas populares urbanas e rurais no município.

Atualmente, o Governo do Estado e a prefeitura trabalham em conjunto com o Governo Federal nas obras de construção de 37 novas moradias rurais. Os projetos fazem parte do Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR) e somam investimentos de mais de R$ 1 milhão para o atendimento de pequenos produtores agrícolas do município.

“Protocolamos também a documentação necessária para a construção de mais seis unidades, que dependem da aprovação de recursos do Governo Federal”, informa o prefeito. “Com a recente mudança do programa feita via portaria pelo Ministério das Cidades, viemos até a Cohapar para buscar orientações no sentido de viabilizar os investimentos o mais rápido possível”, conclui Gaúcho.

A prefeitura também se comprometeu em apresentar novas áreas disponíveis na cidade para a construção de empreendimentos urbanos. “Vamos atualizar o nosso cadastro de pretendentes e traçar o perfil socioeconômico da população para definir qual o projeto mais adequado às nossas necessidades”, avalia o prefeito.

COMO PARTICIPAR – As famílias de General Carneiro que desejam participar dos próximos projetos da Cohapar devem realizar uma inscrição no site www.cohapar.pr.gov.br/cadastro. Assim que houver disponibilidade de novas contratações, aquelas que estiverem enquadradas nos critérios do programa serão chamadas para participarem do processo seletivo.

REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA – Durante o encontro, Justus orientou o gestor municipal sobre a possibilidade da oferta de serviços de regularização fundiária na cidade por meio do programa Morar Legal Paraná. O trabalho é executado por empresas especializadas contratadas pela Cohapar via processo licitatório pelo critério de menor preço e recebe subsídios do Fundo Estadual de Combate à Pobreza.

“Graças ao modelo de negócios do programa, as famílias que aderem ao serviço tem custos reduzidos e condições facilitadas de pagamento para obterem a documentação legal de propriedade de seus imóveis”, explica o presidente da Cohapar.

De acordo com o prefeito, a administração municipal iniciará o cadastramento dos potenciais beneficiários do programa e remeterá a documentação à companhia para o estabelecimento de um convênio. “Acredito que temos uma demanda de pelo menos 100 famílias que residem em casas irregulares e que podem ser atendidas por esta parceria”, relata Gaúcho.

Participaram da reunião o diretor de Programas e Projetos da Cohapar, Orlando Agulham Junior, o superintendente de Relações Institucionais, Gastão Bastos, e a assessora da presidência, Jocely Loyola.

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem