Notícias

01/02/2019

Prefeitura de Toledo quer abrir múltiplas frentes de trabalho com a Cohapar

Segundo o vice-prefeito Tita Furlan, o foco é no atendimento do público de menor renda, que representam 67% das famílias cadastradas a espera de moradia.

ToledoCom a assessoria técnica da Cohapar, a Prefeitura de Toledo quer focar seus projetos habitacionais no atendimento à população de baixa renda. O assunto foi abordado pelo vice-prefeito, Tita Furlan, em uma reunião com o presidente da companhia, Jorge Lange, nesta quinta-feira (31).

De acordo com Furlan, das 3.700 famílias cadastradas a espera de moradia na cidade, cerca de 2.500 são de baixa renda. “São pessoas que pagam aluguel ou vivem em condições irregulares e que necessitam dos subsídios do poder público para conseguir uma casa própria”, informa o vice-prefeito.

ESTRATÉGIA – Para reduzir parte da grande demanda, a administração de Toledo estuda utilizar áreas institucionais do município para a construção dos empreendimentos. Devido à infraestrutura já existente, os custos de implantação seriam reduzidos e, consequentemente, os preços dos imóveis financiados também.

A ação, no entanto, depende de amparo legal e, por isso, a prefeitura já iniciou tratativas com o Ministério Público para averiguar a possibilidade. “De qualquer forma, o município dispõe de outras áreas que podem ser utilizadas e está comprometido em oferecer as contrapartidas necessárias para viabilizar os investimentos”, garante Furlan.

Segundo o presidente da Cohapar, o Governo do Estado está à disposição para auxiliar a prefeitura em todas as etapas do processo. “Temos uma equipe de técnicos especializados para dar o suporte necessário desde a elaboração até a execução dos projetos”, comenta. “Além disso, por determinação do governador Ratinho Junior, estamos promovendo mudanças de gestão para dar mais celeridade ao encaminhamento das demandas apresentadas pelas prefeituras”, conclui Lange.

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem