Notícias

11/04/2019

Cohapar capacita técnicos de prefeituras da região Norte em sistema de necessidades habitacionais

Ferramenta online da companhia serve para mapeamento de assentamentos precários, ocupações irregulares e déficit de moradias. Dados servirão de base para que o Governo do Estado estabeleça prioridades de investimentos para o setor.

PEHISTécnicos de 19 prefeituras da região Norte do Paraná participaram nesta quinta-feira (11), em Londrina, de uma capacitação promovida pela Cohapar sobre a atualização do Plano Estadual de Habitação de Interesse Social do Paraná (PEHIS-PR). Eles serão responsáveis pelo preenchimento das demandas específicas de seus municípios em um sistema criado pela companhia com o propósito de compilar os dados de todo o Paraná e estabelecer prioridades de investimentos para o setor.

Estiveram presentes representantes das prefeituras de Alvorada do Sul, Assaí, Bela Vista do Paraíso, Cafeara, Cambé, Centenário do Sul, Florestópolis, Guaraci, Ibiporã, Londrina, Lupionópolis, Miraselva, Pitangueiras, Porecatu, Prado Ferreira, Primeiro de Maio, Sabáudia, Sertanópolis, Tamarana.

Este foi o segundo de 13 encontros que estão sendo promovidos pela Cohapar em todo o estado e que serão concluídos até o começo de junho. Após os treinamentos e o preenchimento das informações pelas prefeituras, os dados serão compilados, revisados e organizados pela companhia de modo a construir o novo PEHIS, cuja última atualização aconteceu em 2015.

De acordo com o presidente da Cohapar, Jorge Lange, que participou da abertura do encontro em Londrina, a atualização da ferramenta faz parte da proposta de modernização da gestão pública feita pelo atual governo. “O governador Ratinho Junior está comprometido com a melhoria dos serviços públicos prestados e a atualização do PEHIS, que nos dará um diagnóstico mais preciso sobre o setor, faz parte deste trabalho”, declara Lange.

SISPEHIS – Chamado de Sistema de Informações Sobre Necessidades Habitacionais (SISPEHIS), a ferramenta está disponível de forma online às prefeituras, que indicam os técnicos que farão a inserção e atualização dos dados. Nele, são colocadas informações quantitativas e qualitativas sobre o déficit habitacional, além de fotos e dados de geolocalização para um mapeamento detalhado dos problemas e demandas identificadas em cada localidade.

Segundo a coordenadora do PEHIS na Cohapar, Bernardeth Dickow, o Paraná é atualmente o único ente federativo que possui uma ferramenta deste porte para traçar um diagnóstico completo sobre as condições de moradia da sua população. “Com a participação efetiva das prefeituras, temos grande precisão nas informações, que serão posteriormente fornecidas a todos os cidadãos, o que torna o PEHIS-PR um modelo nacional neste sentido”, afirma.

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem