Notícias

01/07/2019

Obras de 144 apartamentos em Londrina serão retomadas

Residencial Alegro Village recebeu um aporte adicional de R$ 2,6 milhões do Governo Federal para a conclusão das obras. O projeto conta ainda com uma contrapartida de R$ 3 mil por unidade do Governo do Estado, além de parcerias da Copel e Sanepar para instalação subsidiada das redes de energia elétrica, água e esgoto.

As obras de construção de 144 apartamentos do Residencial Alegro Village serão retomadas em Londrina ao longo dos próximos dias. O contrato para a retomada dos trabalhos foi assinado nesta segunda-feira (1) por representantes da Cohapar, Caixa Econômica Federal e prefeitura e prevê um aporte adicional de R$ 2,6 milhões para a conclusão do trabalho liberados pelo Ministério do Desenvolvimento Regional.

O PROJETO – Com cerca de 75% do cronograma de construção concluído, as obras foram paralisadas devido à desistência da construtora inicialmente contratada via licitação para a execução do serviço. Para substituí-la, a CAIXA contratou a construtora Camargo e Rodrigues Ltda.

O superintendente regional da Caixa Econômica em Londrina, Wlademir Santos, disse que o banco sempre trabalhou pela retomada das obras. “Precisamos seguir uma série de exigências legais e administrativas, mas sempre estivemos comprometidos, junto com nossos parceiros do Governo do Paraná e da Prefeitura de Londrina, com a conclusão deste importante empreendimento”, afirma.

CONTRAPARTIDAS – Presente no evento, o presidente da Cohapar, Jorge Lange, destacou o comprometimento do governo estadual com o projeto. “Neste empreendimento, a Cohapar contribuiu com uma contrapartida de R$ 3 mil por apartamento, além da instalação subsidiada dos padrões de energia elétrica e redes de água e esgoto do residencial”, informa.

“Isso foi feito não apenas para viabilizar o empreendimento junto ao Governo Federal, mas também para torna-lo acessível à população de Londrina que precisa de uma casa própria”, conclui Lange.

Também participaram da assinatura o prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, o vereador Péricles Deliberador, o deputado federal Filipe Barros, e o presidente da Companhia de Habitação de Londrina, Luiz Cândido Oliveira.

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem