Notícias Cohapar

14/06/2017

Casal recebe primeira escritura direta da região de Umuarama

A partir desta quarta-feira, o Luiz Carlos Tozzini e a Vera Lúcia Tozzini, moradores do bairro Jardim Cruzeiro, em Umuarama, concretizaram o sonho da casa própria. O casal foi o primeiro a ser beneficiado pelo programa de escrituração direta da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar) na região de Umuarama.

O programa é voltado a mutuários da empresa que quitaram o financiamento imobiliário, mas que ainda não obtiveram a escritura de suas moradias. O procedimento é feito normalmente via cartório e pode custar até R$ 830 a serem pagos à vista. Para estimular a escrituração, a Cohapar oferece o mesmo serviço por R$ 432, que pode ser parcelado em até quatro vezes ou ainda pago de uma só vez com desconto.

Segundo o coordenador regional da Cohapar em Umuarama, Nelson Bigeschi, os técnicos da empresa estão fazendo uma força-tarefa para divulgação do programa nos municípios. “Muitos mutuários não sabem que não basta quitar o financiamento, pois o imóvel ainda não está no nome da família”, explica. “Através deste programa, eles podem obter o documento de forma simples e por quase a metade do preço normal”, completa Bigeschi.

Como funciona – Após a quitação das últimas prestações, os mutuários da Cohapar devem solicitar o Certificado de Quitação do imóvel no escritório regional responsável pelo município. O documento deve ser anexado ao contrato e encaminhado à companhia pessoalmente para que seja solicitada a escritura definitiva.

Por fim, a escritura deve ser apresentada em um cartório de registro de imóveis, onde o processo é concluído e o registro geral do imóvel também estará em nome do proprietário. O processo facilita a obtenção de empréstimos, comercialização das moradias e a transferência para herdeiros, entre outras vantagens.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.