Notícias

13/02/2019

Com obras de 42 casas recém-iniciadas, Prefeitura de Sertaneja já articula novas contratações junto à Cohapar

Prefeito Jamison Silva esteve na sede da empresa, em Curitiba, para tratar da liberação de recursos para a construção de moradias nas áreas urbanas e rurais do município, além da regularização de imóveis sem documentação.

SertanejaPoucos meses após a contratação de um empreendimento com 42 casas populares, em fase inicial de obras em Sertaneja, o prefeito, Jamison Silva, voltou à Cohapar nesta terça-feira (12) para buscar a contratação de novos projetos para o município, na região Norte do Paraná.

As obras do atual conjunto ainda estão em fase inicial e envolvem investimentos de R$ 2,9 milhões financiados pelo Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A intenção agora, segundo o prefeito, é ampliar as frentes de trabalho em parceria com o Governo do Estado.

Um projeto já iniciado pretende viabilizar a construção de 18 novas moradias para famílias de pequenos produtores agrícolas da área rural de Sertaneja. A documentação das famílias foi coletada pelo município com o apoio da Cohapar e da Emater e encaminhadas para análise do Governo Federal. “Aguardamos uma posição da União sobre os recursos necessários para as obras”, informa o prefeito.

REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA – O esforço não está, porém, focado apenas na construção de novas unidades habitacionais, mas também na regularização daquelas já existentes. A pedido da administração municipal, a equipe da Cohapar trabalha atualmente na elaboração de um projeto para a documentação de 223 imóveis em situação irregular na cidade.

“Um dos focos da Cohapar na gestão do governador Ratinho Junior será na ampliação das ações de regularização fundiária, em conjunto com os municípios e a iniciativa privada, o que dará mais agilidade à prestação do serviço”, afirma o presidente Jorge Lange.

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem