Notícias Cohapar

02/03/2012

Richa e Caixa Econômica Federal assinam convênio para construção de casas na região Noroeste

O governador Beto Richa assinou nesta sexta-feira (02) convênio para a construção de 281 casas populares do programa Morar Bem Paraná, distribuídas em diversos municípios da região Noroeste do Estado. O valor total do investimento é de aproximadamente R$ 4,56 milhões, com recursos do Governo do Estado, por meio da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar), Caixa Econômica Federal e município.

“Estamos construindo um Estado melhor para se viver de forma humana, fraterna e socialmente mais justa. Um Paraná melhor para todos”, disse Richa. Ele afirmou que a meta do governo é construir 25 mil casas por ano no Estado. “Isso só será possível graças à boa parceria que existe entre os governos estadual, federal e municipal”, afirmou o governador.

Ele assinou convênio para a construção de 34 moradias urbanas no município de Jussara, com investimento estimado de R$ 1,360 milhão. Assinou também convênio com a prefeitura de Cruzeiro do Oeste para a construção de 36 casas, com investimentos de R$ 1,4 milhão. Em Cafezal do Sul, Richa autorizou o convênio para a construção de 45 casas urbanas, com investimentos estimados de R$ 1,8 milhão. As casas têm 35 m², 40 m² e 47 m². As prestações são de R$ 212, em média.

Em Icaraíma, o governador assinou convênio para construção de 36 casas urbanas, e dez rurais, com um investimento de R$ 1,5 milhão. Em Douradina, Richa autorizou a construção de 120 unidades habitacionais, com a doação de uma área pela prefeitura.

“A partir das moradias trazemos qualidade de vida, o que é essencial para o desenvolvimento de toda região”, disse o presidente da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar), Mounir Chaowiche.

“O anúncio das casas é a realização de um sonho antigo da população e da administração municipal. Agradecemos ao Governo do Estado por esta importante parceria”, disse o prefeito de Douradina, José Carlos Pedroso.

MORAR BEM PARANÁ – O programa atenderá nos próximos quatro anos 100 mil famílias com casas novas e outras 4 mil com reformas e ampliações. É uma parceria entre a Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar), Secretaria da Agricultura e do Abastecimento (Seab), Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), Caixa Econômica Federal e Cooperativas de Agricultores.

Os recursos, provenientes do governo federal, por meio do Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR), podem chegar a R$ 25 mil por casa, dependendo da renda familiar do agricultor. O governo do Estado também pode entrar com subsídio para complementar a mão de obra.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.