Notícias

12/09/2019

Cohapar orienta moradores de Pitanga sobre processo de escrituração de imóveis

Serviço é voltado ao atendimento de mutuários, compradores ou ocupantes de imóveis financiados pela companhia e que já estejam com todas as prestações quitadas. Documento é emitido em até 15 dias úteis após o pagamento e pode ser usado para registrar a propriedade da casa em cartório.

Cerca de 330 moradores de Pitanga participaram nesta quarta-feira (11) de uma reunião organizada pela Cohapar para explicar os detalhes do programa de Escrituração Direta da empresa. O grupo é formado por mutuários, compradores ou pessoas que residem há mais de cinco anos em imóveis financiados pela companhia na cidade, na região Central do Paraná, e que poderão obter a escritura de suas propriedades com custos reduzidos em mais facilidade.

O PROGRAMA – O serviço custa R$ 478,36 à vista e pode ser parcelado em quatro prestações mensais de R$ 132,88. “Após o pagamento, a escritura é emitida em um prazo máximo de 15 dias úteis e pode ser usada para registrar a propriedade da casa junto aos cartórios de registro de imóveis”, explica o coordenador regional da Cohapar Elmar Vornes.

Quem deseja iniciar o processo de escrituração, verificar critérios para participação ou saber mais sobre o programa deve acessar o site cohapar.pr.gov.br/escritura e preencher o formulário de adesão para dar início ao processo.

Também é possível entrar em contato direto com o escritório regional da Cohapar em Guarapuava pelo telefone (42) 3630-2750 ou presencialmente na Rua Vicente Machado, 2410 – no Centro de Guarapuava. O atendimento é prestado de segunda à sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h30.

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS – Para obter a escritura definitiva, é necessário que o interessado comprove que quitou todas as parcelas de financiamento. O Certificado de Quitação pode ser solicitado gratuitamente à Cohapar.

Para isso, basta apresentar o contrato de compra e venda e a matrícula do imóvel, cujas cópias podem ser enviadas digitalmente para o e-mail ergp@cohapar.pr.gov.br ou entregues no Departamento de Regularização Fundiária de Pitanga, que fica na sede da prefeitura, na Praça 28 de Janeiro, no Centro da cidade.

PÚBLICO-ALVO – Em Pitanga, 336 famílias estão aptas a aderir ao programa. Nos 27 municípios atendidos pelo escritório regional da Cohapar de Guarapuava, o potencial de atendimento chega a 4.434 famílias, o que representa 7,5% da demanda do Estado para este serviço.

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem