Notícias

11/10/2019

Em Nova Esperança, 133 famílias recebem novas moradias

Chaves foram entregues governador Ratinho Junior. Empreendimento é uma parceria do Governo Estadual, Governo Federal e Município.

Mais 133 famílias de Nova Esperança, no Noroeste do Paraná, receberam novas casas. As chaves foram entregues pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior nesta sexta-feira (11), em evento realizado no próprio residencial Pioneiro Orestes Men. O empreendimento recebeu R$ 10,4 milhões de investimentos do Governo do Estado, Governo Federal e do município.

O governador destacou a importância da casa própria na vida das famílias e afirmou que é para poder viabilizar investimentos prioritários como esse que foi feita reforma administrativa.

Quando o Governo reduz o número de secretarias e corta mordomias, passa a ter dinheiro para o que realmente é essencial para a vida das pessoas", disse.

Ele enfatizou que o Estado vai continuar avançando na área da habitação popular. "Nesta semana lançamos um pacote de mais de R$ 118 milhões para construção de quase 1.500 novas casas moradias em 33 municípios”, destacou.

SUBSÍDIOS - Em Nova Esperança, os recursos para o novo empreendimento envolvem subsídios do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) financiados pela Caixa Econômica Federal.

As contrapartidas do Governo do Estado abrangem assessoria técnica da Cohapar, além de parcerias da Copel e Sanepar para a instalação das ligações de energia, água e esgoto sem custos aos proprietários.

O presidente da Cohapar, Jorge Lange, lembrou que essas medidas ajudaram a viabilizar a contratação do empreendimento e reduzir os custos do financiamento imobiliário. “O Governo do Estado está empenhado em garantir moradia para a população”, disse ele.

Segundo o prefeito de Nova Esperança, Moacir Olivatti, a construção do conjunto habitacional era uma antiga demanda da população. "É muito bom poder realizar o sonho das famílias. Havia uma lista de espera de 12 anos para essas moradias. Graças a parceria com o Governo do Estado, estamos entregando o empreendimento, com toda a infraestrutura necessária", afirmou o prefeito.

MUITO ESPERADAS - Com modelos que variam de 38 a 50 metros quadrados e unidades adaptadas para pessoas com deficiência, os imóveis podem ser quitados em até 30 anos. As prestações a serem pagas pelas famílias variam de 298 a R$ 510 de acordo com a renda mensal dos contemplados.

Elizeu Pacheco, 32 anos, e Natiele Alves Pacheco, 27, esperaram por este momento durante anos. “É uma alegria muito grande conquistar a moradia própria. Já somos em quatro na família, mais minha de idade que mora com a gente”, disse Elizeu. “Estamos muito gratos. Vamos planejar muita coisa daqui pra frente”, complementou Natiele.

Outro casal que comemorou a conquista foi Tamar Arboleia, 54 anos, e Pedro, de 73. “Nem dormi essa noite, de tanta ansiedade. Estamos esperando essa casa há tempos”, disse Tamar. “Agradecemos a Deus essa benção”, afirmou Pedro.

PRESENÇAS – Participaram do evento os deputados federais Luiz Nishimori e Rubens Bueno, os deputados estaduais Cobra Repórter e Alexandre Curi, a superintendente regional da Caixa Econômica Federal, Maria do Carmo Gonçalves da Rocha; o prefeito de Sarandi, Walter Volpato, vereadores e lideranças comunitárias da região.


Governador participa da entrega de casas em Prado Ferreira

Também nesta sexta-feira o o governador acompanhou a entrega de 221 casas em Prado Ferreira (Norte). O projeto foi executado pela iniciativa privada também com recursos do FGTS liberados pelo Governo Federal. Ratinho Junior destacou a preocupação do Estado em levar desenvolvimento social para as diversas regiões do Paraná, com atenção especial às famílias que mais precisam.

O prefeito de Prado Ferreira, Silvio Damaceno, disse que o próximo passo é entregar a unidade Meu Campinho, espaço para esporte e lazer, ao lado do condomínio. O projeto já foi aprovado pelo Governo do Estado.

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem