Subsídios do governo estadual facilitam a compra da casa própria a mais 11 mil famílias em 2021
03/01/2022
De acordo com dados do Plano Estadual de Habitação de Interesse Social, cerca de 90% das pessoas que não possuem casa própria no Paraná têm renda familiar de até três salários-mínimos e, para grande parte delas, os altos custos de entrada nos financiamentos imobiliários é a principal dificuldade para a realização deste sonho. Foi a partir deste diagnóstico que o Governo do Estado lançou, em maio de 2021, a nova modalidade do programa Casa Fácil Paraná, chamada Valor de Entrada. A iniciativa oferece 15 mil reais por família para que elas adquiram imóveis financiados pela Caixa Econômica Federal em empreendimentos habilitados em um chamamento público da Cohapar. Sete meses após o lançamento, mais de 181 milhões de reais já foram liberados por meio da iniciativa, o que permitiu que mais de 11 mil famílias paranaenses deixassem o aluguel para trás. Para o governador Carlos Massa Ratinho Junior, o programa tem feito a diferença para famílias de menor poder aquisitivo que estão em busca de uma moradia, além de gerar empregos com a construção das casas. //SONORA RATINHO JUNIOR//

A rápida evolução da modalidade, cuja meta é atender 30 mil famílias até o fim de 2022, se deve ao modelo de funcionamento, que segundo o presidente da Cohapar, Jorge Lange, foi amplamente discutido com a sociedade. //SONORA JORGE LANGE//

No Valor de Entrada, praticamente todo o processo acontece de forma digital. Basta que os interessados escolham o empreendimento desejado, cuja lista completa está disponível por cidade no site da Cohapar, www.cohapar.pr.gov.br/empreendimento e sigam à negociação com a construtora e a Caixa Econômica. Os investimentos estaduais se somam aos subsídios variáveis do programa Casa Verde e Amarela e as possíveis contrapartidas das prefeituras, como a doação dos terrenos para a construção dos empreendimentos e isenção de tributos municipais. Com isso, o valor final de venda dos imóveis aos beneficiários cai expressivamente em relação a uma operação normal de mercado. A Cohapar trabalha com a perspectiva de atender um público até seis vezes maior do que as modalidades tradicionais de construção. Além do impacto social às famílias diretamente beneficiadas, os projetos vão contribuir com a recuperação econômica do Paraná, com expectativa de geração de quase 100 mil empregos diretos e indiretos no ramo da construção civil. Além da consulta aos empreendimentos já disponíveis, os interessados em receber o benefício podem se inscrever no cadastro de pretendentes da Cohapar em www.sistemas.cohapar.pr.gov.br/pretendentesOnline. Quando novos projetos são liberados, todos os cadastrados para a localidade são notificados por e-mail. (Repórter: Felippe Salles)